O que fazer em Cunha: Principais atrações na estrada que liga Cunha a Paraty

Por Joyce Parpinelli

Neste Artigo

Decidimos aproveitar um final de semana para explorar Paraty, com um roteiro estratégico para conhecer os encantos de Cunha. Neste guia, compartilhamos algumas dicas sobre o que fazer em Cunha.

E aqui está a nossa primeira recomendação: para uma experiência completa, sugerimos dividir as atrações de Cunha entre o charmoso Centro da cidade e as maravilhas ao longo da estrada que conecta Cunha a Paraty.

Esta viagem foi especialmente marcante para nós, pois foi a primeira viagem curta com o nosso novo companheiro de jornada, o pequeno Theo, que com seus meros quatro meses, já demonstrou ser um excelente parceiro de aventuras.

Cunha

O município de Cunha possui um pouco mais de 21 mil habitantes e algumas características o fazem ser um destino muito atrativo, e um deles é sua localização privilegiada composta pela Serra da Bocaina, Serra do Mar e a Serra da Cangalha. Portanto, essa composição natural proporciona vistas exuberantes e um clima agradável de montanha.

Além disso, Cunha faz parte do trecho do caminho do Ouro que inicia em Minas Gerais e finaliza em Paraty, o que adiciona um toque de história à sua beleza natural.

Onde fica Cunha

Cunha fica há cerca de 224km de São Paulo e apenas 46 km de distância de Paraty, então é uma ótima oportunidade de programar uma viagem até Paraty incluindo Cunha em seu roteiro.

Como chegar em Cunha 

A melhor forma de ir para Cunha é de carro. Então, saindo de São Paulo, você deve pagar a Dutra sentido ao Rio de Janeiro e seguir até a Aparecida do Norte, de lá você passará pela cidade de Guaratinguetá e em seguida estará no munícipio de Cunha.

O que fazer em Cunha

Como já mencionado, cunha tem uma infinidade de atividades para seus visitantes e para conhecê-la vale dividir a viagem entre o centro de Cunha e a Rota Real que liga Cunha até Paraty.

Ao longo desse passeio

Portanto, ao longo deste passeio, você irá conhecer alguns locais importantes para história de Cunha, inclusive patrimônios tombados e também inúmeros atrativos naturais. Além disso, será possível vivenciar um pouco das atividades rurais da região e degustar produtos locais artesanais.

Sendo assim, vamos listar alguns locais que conhecemos e que podem auxiliar no seu roteiro:

Centro de Cunha

Patrimônios tombados pelo Estado de São Paulo

O centro de Cunha foi construído entre o século XIX e início do século XX e possui alguns imóveis tombados pelo Patrimônio do Estado de São Paulo. Além de algumas casas históricas há também a Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição, Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, o Mercado Municipal, e a escola Municipal Casemiro da Rocha.

Igreja Matriz

Igreja matriz Copy

A Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição é uma construção bem bonita e de estilo barroco, ela foi inaugurada no ano de 1731. Em seu interior há a imagem de Nossa Senhora da Conceição que foi trazida por Frei Manoel.

Mercado Municipal

Mercado municipal Copy
mercado municipal de cunha Copy

O pequeno mercado municipal de Cunha tem artesanatos, doces e iguarias variadas além de frutas e bebidas artesanais. Ele fica a poucos metros da Igreja Matriz.

O que fazer em Cunha na Estrada que liga Cunha a Paraty – Rota Real

A belíssima estrada que vai de Cunha até Paraty é a Rodovia 171, ela é chamada de Rota Real e é cheia de atrações turísticas agradáveis como lavandarios, cafés, cervejarias, trilhas, cachoeiras, entre outros. A maioria das atrações está na própria estrada ou sinalizadas ao longo dela para alguma rua próxima.

A Rota Real tem início no Estado de Minas Gerais, especificamente na cidade de Ouro Preto, passando por Tiradentes e outras cidades até seu percurso final em Paraty e foi criada no início do século XVIII para o transporte de Ouro e Diamante para para o Rio de Janeiro, pois o intuito era levá-las até o mar. Ao percorrer o trecho, você encontrará alguns monumentos e placas que indicam que você está passando pela Rota Real.

Portanto, essa estrada muito importante para o turismo onde você contra diversas atrações e também meios de hospedagem.

O Lavandário 

o lavandario

O Lavandário de Cunha é uma propriedade privada e tem uma extensa área com mais de 4000 pés de lavandas. Este é um local turístico muito estruturado e com uma vista exuberante para serra. Sendo inclusive, um ótimo local para ver o pôr do sol.

O passeio é feito por um caminho cimentado onde você pode caminhar entre as plantações de lavandas. O cenário, sem dúvida é bem bonito, principalmente quando o sol bate e exalta as cores lilás das flores de lavandas.

No Lavandário há também um café com produtos alimentícios de fabricação própria em que utilizam lavanda nos ingredientes de seus produtos como cafés, bolos, sorvetes, entre outros. Também há uma loja com diversos produtos feitos com lavandas como óleos essenciais, sabonetes, hidrantes corporais, entre outros.

O valor da entrada é R$20,00 por pessoa e crianças de até 12 anos não pagam.

O Lavandário fica aberto para visitações de Sexta a Domingo e também nos feriados a partir das 10h00 e com horário de entrada até 16h30.

O Contemplário 

O contemplario Copy
IMG 20221205 170103 Copy

O Contemplário fica há 7km de distância do Lavandário, possui uma estrutura um pouco menor e com menos foco turístico que o Lavandário. Entretanto é também um local muito bonito para conhecer. Nele você percorre um caminho entre as lavandas e outras ervas. Sua paisagem também é muito bela. Entretanto, como o terreno fica em uma área mais baixa não tem aquela visão ampla de serra.

No Contemplário há uma cafeteria, onde vendem alguns alimentos com aroma de lavanda e uma loja com outros produtos feitos com lavanda como sabonetes, óleos, entre outros. Então, ao final do passeio você pode tomar um cafezinho e apreciar a vista.

A entrada do Contemplário é gratuita e ele fica fechado as terças e quartas e nos demais dias funciona das 10h00 as 18h00

O Olival

O olival

O Olival é um local de cultivo de azeitonas e que é aberto para visitação. Em seu interior, irá ver um belo e extenso pomar de azeitonas com cerca de 1.300 pés e de quatro variedades diferentes além de algumas outras plantações, como amoras.

No interior do O Olival há um restaurante bem convidativo em que no almoço é servido o prato do dia com opções de entrada, prato principal e sobremesa por menos de R$100,00 por pessoa. Não almoçamos lá, mas sem dúvida já está na lista para a próxima visita.

As azeitonas ainda não são comercializadas pelo Olival pois o pomar é novo, teve início em 2013 e como um pé de azeitona demora de 20 a 25 anos para atingir sua maturidade ainda não há volume suficiente. Porém, no restaurante você pode comprar produtos locais feitos pelos parceiros ou por eles mesmos como azeites aromatizados e outros produtos alimentícios e também aromáticos, ou ainda saborear bolos e cafés.

Se vai com crianças, alguns pôneis podem ser vistos por lá.

Cachoeira do Mato Limpo

cachoeira mato limpo Copy
cachoeira mato limpo 2 Copy

De fato, é praticamente impossível passar pela estrada e não dar uma parada nessa cachoeira. A cachoeira do Mato Limpo fica bem na rodovia que liga Cunha até Paraty e como possui um recuo para estacionar, fica fácil fazer uma pausa na viagem e apreciar a beleza natural do lugar.

Estação Dom Pedro, Chocolataria Imperatriz e Cervejaria Ouro Preto 

Estes três pontos turísticos ficam um ao lado do outro e realmente vale a parada, pelo ambiente, guloseimas deliciosas e a vista espetacular.

Estação Dom Pedro

estacao dom pedro Copy 1

Entre as paradas ao longo da estrada que liga Cunha até Paraty, a Estação Dom Pedro chama a atenção. O local é uma imitação de estação de trem e o trem em si, é uma loja de produtos defumados e embutidos como salame, salsichas e queijos dentre outros.

Chocolataria Imperatriz

Esta charmosa loja artesanal oferece uma ampla variedade de deliciosos chocolates. Desde trufas de sabores exóticos até barras de chocolate puro. Além disso, a loja proporciona uma experiência sensorial, permitindo que os visitantes observem o processo de produção dos chocolates através de uma parede de vidro.

Cervejaria Ouro 

cervejaria do ouro Copy

Este é um local ideal para os apreciadores de cervejas artesanais, onde é possível harmonizá-las com uma variedade de produtos igualmente artesanais, como salames e linguiças enquanto contempla a belíssima paisagem do vale. Há inclusive, opções completas para almoço em seu cardápio.

Outros passeios que não fizemos, mas vou deixar listado aqui caso queiram visitar:

Centro de cunha: Rota turística

Do Centro de Cunha há algumas placas marrons indicando “Rota Turística” infelizmente não tivemos tempo de conhecê-la, mas certamente em uma segunda visita, a incluiremos em nosso Tour.

Pedra da Marcela – Com 1.840 metros, este é o ponto mais alto da cidade de Cunha e para acessá-lo você deve percorrer uma trilha com cerca de 2km. Essa trilha tem classificação moderada mas com uma parte dela bem íngreme. De lá é possível avistar a baía de Paraty, Angra dos Reis e também a Ilha Grande. ****

Cervejaria Wolkenburg  – Se você aprecia cervejas artesanais, esta fábrica é um ótimo lugar para fazer uma degustação e conhecer o processo de produção.

Casa do Strudel – famosa por oferecer uma variedade de strudels feitos de maneira artesanal, utilizando ingredientes frescos e locais. Além do tradicional strudel de maçã, eles podem oferecer outras variações, como strudel de pera, morango, entre outros sabores sazonais.

Para facilitar o seu roteiro e programação, vou listar abaixo os lugares citados na ordem em que elas estão na estrada.

Entretanto tanto a Cervejaria Wolkenburg quanto a Pedra da Marcela não são pontos turísticos que estão bem na estrada principal, como os demais. Porém, a estrada que leva até ambos é a mesma. Portanto, para acessá-las, você precisa sair da estrada principal e percorrer o caminho que leva até eles.

Ordem dos pontos turísticos

Coloquei uma lista dos pontos turísticos citados conforme aparecem ao longo da rota.

  1. Centro de Cunha
  2. Casa do Strudel
  3. Estação Dom Pedro, Chocolataria Imperatriz e Cervejaria Caminho do Ouro (fica um ao lado do outro)
  4. O Lavandário
  5. O Olival
  6. O Contemplário
  7. Cervejaria Wolkenburg
  8. Pedra da Marcela
  9. Cachoeira do Mato Limpo
Compartilhe:
Autora: Joyce Parpinelli

Me chamo Joyce, e aqui, relato nossas experiências de viagens, passeios e tudo mais que possa ajudar outros viajantes, seja em viagens solo ou em família.  Sou bacharel em Turismo pela USJT, pós graduada em Gestão de Negócios com ênfase em marketing pela ESPM.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *